energia solar para ar condicionado

Energia solar para ar-condicionado: é possível?

Possuir um aparelho de ar-condicionado em casa ou no trabalho é sinônimo de conforto nos dias mais quentes, pois proporciona um ambiente agradável. Um levantamento da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) mostrou que a posse do aparelho pelas famílias brasileiras teve uma crescente expressiva entre 2005 e 2017, levando ao aumento do consumo de energia elétrica. 

No entanto, em meio às ondas de calor e às estratégias para diminuir o impacto no bolso e no meio ambiente, será que o uso de energia solar para ar-condicionado pode ajudar a economizar? Para responder essa pergunta, vamos te explicar se realmente é possível ter economia com esse sistema, se ele é sustentável e como adquiri-lo. Continue a leitura!

Como funciona energia solar para ar-condicionado?

A energia solar é gerada após a captação dos raios solares pelos painéis fotovoltaicos, localizados em fazenda solares. Nesses locais, ocorre o processo de captação dos raios solares e sua conversão em energia, que é distribuída na rede local. 

O acesso a essa alternativa de eletricidade é feito por meio da contratação de planos de créditos de energia fornecidos por empresas como a Órigo Energia. Essa é uma boa opção para os consumidores, pois traz economia e sustentabilidade a longo prazo, uma vez que deixa a conta de luz mais barata. 

Portanto, assim como o modelo tradicional de eletricidade, a energia solar é capaz de abastecer tranquilamente residências ou empresas e apresentar efetividade no funcionamento de eletrodomésticos, inclusive dos que consomem muita energia, como o ar-condicionado.

No entanto, para entender um pouco melhor como funciona esse processo, é preciso entender como é o consumo de energia do ar-condicionado. Veja!

Qual o consumo de energia do ar-condicionado?

Segundo os dados divulgados pelo portal G1, o consumo de um ar-condicionado pode representar até 17% do consumo de energia na conta de luz. Outras fontes e profissionais já afirmam que esse número pode representar, em média, até 50% de todo o gasto da residência.

Essas despesas com o aparelho ainda podem variar conforme o modelo, marca, potência e até o tamanho do ambiente onde é instalado. Considerando um aparelho de 12 mil BTUs, a média de consumo mensal gira em torno de 235 kWh.

Consideremos a situação acima, com uma utilização de 7 horas por dia. O impacto final na conta de luz fica em torno de R$ 121,26, ou seja, uma média de R$ 4,04 por dia. Entretanto, caso o tempo de uso ultrapasse esse período, sendo utilizado durante o dia e a noite, o resultado pode ser bem maior, podendo dobrar o valor.

Energia Solar em Pernambuco: Como Investir!

Vale a pena ter energia solar para ar-condicionado?

Sim, vale a pena utilizar energia solar para ar-condicionado. A opção mais acessível e recomendada para essa alternativa é por meio da assinatura, já que, em vez de comprar e instalar um sistema, é possível assinar os créditos de energia gerada em outro local, sem se preocupar com a manutenção e os custos de reparo associados a essa instalação.

Como ter energia solar sem gastar muito?

É possível ter energia solar em apartamento e casa, inclusive os alugados, e também em empresas, sem ter que gastar com obras, equipamentos e instalações. A assinatura de plano de energia solar permite adquirir créditos da fonte energética, gerados nas fazendas solares, que são injetados na rede local e distribuídos para a sua casa.

Uma das empresas pioneiras nessa modalidade é a Órigo Energia. Você escolhe um plano conforme o seu consumo mensal, realiza a assinatura pela internet e pronto. A concessionária de energia local desconta do seu consumo os créditos gerados pelo seu plano Órigo, e você só paga o valor residual. Somadas as duas, você ainda economiza até 10%!

É mais simples do que você imagina e o processo para pessoa física ainda pode ser feito 100% online, sem complicações. Assine Órigo agora e economize!

Assine nossa
newsletter