Consumo sustentável: o que é e qual sua importância para o futuro?

Consumo sustentável: o que é e qual sua importância para o futuro?

10/05/2021

Seja a roupa que você usa, o alimento que você ingere ou o transporte que utiliza, toda escolha de consumo traz alguma consequência para o mundo. A dependência do crescimento econômico para atender às demandas da população é, de certa forma, insustentável e composta por custo social e ambiental.

Com a disponibilidade finita de recursos naturais do planeta e os padrões atuais de desenvolvimento global baseados na extração contínua desses recursos, muitas vezes sem a probabilidade de reposição, problemas como o aquecimento global e a poluição escancarada se alastram nas mais diversas regiões do mundo.

Segundo o estudo “Who Cares, Who Does?", realizado em 2020 pela Kantar, insights e consultoria, a maior preocupação dos consumidores atualmente são as mudanças climáticas (16,8%). Em seguida aparecem os resíduos plásticos (14,8%), a contaminação da água (9,7%), a escassez de água (8,5%) e a contaminação do ar (8,4%). 

Além disso, a pesquisa ainda expõe que uma a cada 5 pessoas começaram a ter hábitos de consumo mais conscientes recentemente, no período de pandemia. Enquanto 16% passaram a ter o foco em iniciativas mais responsáveis, indo ao encontro da ideia de consumo sustentável.

Tá, mas o que é consumo sustentável?

Consumo sustentável é um movimento crescente que incentiva a sociedade a conscientizar-se sobre os impactos de suas práticas de consumo em seu próprio bem-estar, assim como no planeta. Neste sentido, produtos que não são fabricados em massa e, geralmente, são compostos por materiais reciclados, se destacam entre os consumidores. 

Praticar um consumo mais sustentável é repensar suas escolhas e optar pelo melhor nas possibilidades de cada um e estilos de vida. É ser mais consciente no ato de adquirir, utilizar e descartar produtos. Priorizando atitudes que tenham menos impactos ao meio ambiente. 

Leia também: Como o mundo está se adaptando à consciência ambiental? 

Quais são as vantagens de um consumo mais sustentável?

Entre as vantagens do consumo sustentável estão: a diminuição das implicações sociais, ambientais, econômicas e comunitárias, a redução de custos com a economia de recursos, incentivo à inovação, entre outros. 

O consumo sustentável não incentiva o desperdício. Indústrias que se preocupam com essa causa, buscam desenvolver produtos mais duráveis e de melhor qualidade. Além disso, tecnologias sustentáveis e modelos de logísticas como a economia circular incorporam a cultura dos negócios.

Por isso, optar por um consumo mais sustentável, também expande um processo de deliberação para consumir intencionalmente o que é mais benéfico e necessário. Reforça uma maneira de consumir com consciência e escolher se essa consequência causará impactos mais positivos ou menos negativos.

Leia também: O consumo verde como atitude desejável 

Três dicas para praticar um consumo mais sustentável!

O propósito de um consumo mais sustentável, no qual pessoas e empresas podem consumir melhor, envolve diversas mudanças de comportamento que podem começar com atitudes simples durante a rotina de seu dia a dia e necessidades básicas, visando o melhor aproveitamento de recursos, como em ações mais planejadas estrategicamente de modo a manter o equilíbrio do planeta. Veja alguns exemplos:

  1. Pesquise sobre o assunto

Um dos primeiros passos para começar a praticar um consumo sustentável é entender os impactos do consumo que cada serviço possui. Adquirir uma consciência sobre como está o meio ambiente e os possíveis impactos sociais de cada ação, ajuda na hora de fazer escolhas melhores. Essa alternativa pode, inclusive, ser explorada nas escolas, universidades, coletivos, espaços públicos e em projetos de educação ambiental e sustentabilidade. Atingindo os mais diversos públicos possíveis. 

  1. Opte por micro negócios ou empresas locais

Desde o início da pandemia, presenciamos o movimento crescente de valorização de comércios locais e essa também é uma maneira de consumir mais consciente. Cada vez que você escolhe estabelecimentos ou produtores locais de sua região, você ajuda na economia, no desenvolvimento de comunidades e muitas vezes até na diminuição de emissões poluentes que seriam liberadas em transportes para um local mais distante, por exemplo. Essa é uma prática que beneficia todos os pilares de um consumismo responsável.

  1. Adote fontes de energias renováveis

Se possível, utilize uma fonte de energia limpa em sua casa ou negócio. Alternativas como a energia solar fotovoltaica colaboram para a redução do impacto ambiental causado pela liberação do dióxido de carbono (C02), presente em excesso nas indústrias de combustíveis fósseis. Além disso, o consumo e produção sustentável de energia elétrica incentiva o desenvolvimento sustentável e socioeconômico alinhado com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU, impostos na Agenda 2030. O Brasil é um dos países com uma das matrizes elétricas mais renováveis do mundo – o setor atingiu 83,0% com fontes limpas, em 2019, aponta o Balanço Energético Nacional 2020

Hoje, para quem deseja adotar a energia solar e usufruir de seus benefícios, existem modelos que facilitam essa escolha, entre eles está a fazenda solar. O serviço é ofertado através de uma assinatura digital, e sem necessidade de fazer obra no local. Esse é um exemplo de que há inúmeros motivos para expandir ainda mais o setor e propagar um consumo mais consciente.

Saiba mais: Energia solar: o que é e como funciona  

Qual sua importância para o futuro?

Antes de chegarmos na atualidade, muitos fatores levaram a população a repensar suas atitudes e a possibilidade de investir em um consumo mais sustentável. A revolução industrial, o ambientalismo dos anos 70, a vida útil e processos de desenvolvimento de produtos e a própria pandemia de Coronavírus impactaram nisso.

Dadas as demandas crescentes e o padrão não sustentável de consumo das sociedades atuais, algumas mudanças podem permitir um futuro melhor. Investir em novas tecnologias, assim como uma reestruturação dos sistemas de produção, distribuição e nas próprias práticas de consumo, são algumas possibilidades.

Desta forma, o consumo consciente é uma alternativa que pode fazer parte das estratégias governamentais. É um movimento com potencial de agir positivamente e promover formas de enfrentar as crescentes crises de mudança climática.

Hoje temos o exemplo da energia renovável, que é uma opção benéfica para o consumidor, a indústria e o desenvolvimento de um país, ao mesmo tempo em que proporciona um serviço de qualidade. Essa é somente uma das frentes que pode melhorar o nosso ciclo de vida no planeta e proporcionar um crescimento demográfico mundial com bem-estar para todos de maneira justa e equitativa no planeta. 

E você? Quais atitudes realiza que podem impactar positivamente o presente e futuro da sociedade e do planeta? Vamos colocar essa ideia em prática e refletir sobre essa mudança juntos? 

Compartilhe nas redes sociais

Matérias Relacionadas

Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, analisar tráfego e proporcionar uma experiência mais segura para os nossos usuários. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações. Aceitar