O consumo consciente na sociedade

O consumo consciente na sociedade

15/10/2020

Nos dias atuais muito se ouve falar sobre consumo consciente, mas você sabia que 15 de outubro é o dia em que se comemora oficialmente a data? Instituído em 2009, busca chamar a atenção da população e das empresas sobre seus hábitos e questões envolvendo consciência socioambiental.

Mas o que é ser um consumidor consciente? Segundo o Ministério do Meio Ambiente, um cidadão é mais consciente quando considera, “escolher os produtos que compra, o meio ambiente, a saúde humana e animal, as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca”. Em outras palavras, ele é um agente transformador através de suas escolhas de consumo. Por esse motivo, o assunto tem se tornado cada vez mais importante na atualidade. Afinal, não é apenas sobre diminuir hábitos de consumo, mas entender como podemos consumir melhor e com menos impacto. 

Como introduzir o consumo consciente na sociedade?

Para Bruno Yamanaka, analista de Conteúdos e Metodologias do Instituto Akatu, organização sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o consumo consciente, o assunto pode ser introduzido na vida das pessoas durante a infância. 

“Trabalhar com a educação de crianças é mais simples, pois os ensinamentos corretos podem ajudá-las a praticarem escolhas mais saudáveis enquanto seus hábitos comportamentais ainda estão sendo formados, ao contrário dos adultos, que já tem determinadas atitudes de consumo enraizadas em suas culturas e que demandam mais trabalho para mudá-las”, afirma.

Leia também: A importância da educação ambiental

No entanto, Bruno ressalta que a prática também pode ser aplicada independentemente do estágio de vida de uma pessoa, já que com o avanço das tecnologias, a sociedade tem acesso às informações muito mais rápido. “Essa facilidade em acompanhar as tendências pode se tornar uma importante aliada para o consumo consciente por campanhas midiáticas que incentivem a adoção de hábitos cotidianos mais conscientes”, pontua. 

Como adotar o consumo consciente em seu dia a dia?

Apesar de parecer algo complexo, adotar o consumo consciente no dia a dia, é uma contribuição simples que pode ser praticada aos poucos. “O primeiro passo para essa mudança ocorrer é perceber que nossos atos de consumo têm impacto – seja no meio ambiente, na sociedade, na economia ou em nossas próprias vidas – e que, portanto, precisam ser modificados com o objetivo de diminuí-los”, diz Yamanaka.

Além disso, é importante que essas ações e mudanças de mindset sejam cotidianas para garantir efeitos em sua rotina e, consequentemente, no planeta. “Com essa percepção, os consumidores podem começar a avaliar suas atitudes para compreender quais delas precisam ser melhoradas e buscar informações sobre como fazê-lo. Em posse de tais informações, cabe a cada um de nós transitar da intenção para a prática”, afirma Yamanaka.

E acrescenta: “Conversar com pessoas de confiança ou que tiveram experiências parecidas com a sua realidade pode incentivá-los a experimentar algo novo, que ainda não faz parte de sua rotina, e, se ficarem satisfeitas, podem passar a adotar esse novo hábito e até mesmo indicá-lo a outras pessoas”.

Leia também: 5 dicas para uma vida mais sustentável

5 dicas para adotar o consumo consciente:

  1. Pratique o consumo consciente de energia. Fique atento às suas atitudes diárias, apague as luzes de ambientes que não estão sendo utilizados e opte, se possível, por lâmpadas de LED. Outra alternativa é utilizar energias renováveis, como a solar.

  1. Pratique o consumo consciente da água. Evite ou diminua o uso de mangueira para lavar casa ou calçadas. Deixe a torneira fechada enquanto estiver escovando os dentes e feche o chuveiro ao ensaboar o corpo durante o banho. Também lembre-se de economizar na hora de lavar a louça.

  1. Busque informações. Pesquise iniciativas e projetos de responsabilidade socioambiental das empresas e, se possível, dê preferência às companhias que se empenham nessas causas.

  1. Não tenha medo de questionar. Nós como indivíduos, podemos questionar e analisar nossas próprias escolhas e prioridades. Então, busque entender até que ponto suas ações podem impactar o ecossistema e pergunte-se o motivo de tal ato.

  1. Faça e incentive ações conscientes. Procure disseminar o conceito e a prática do consumo consciente em seu bairro, trabalho ou cidade. E busque encontrar um equilíbrio entre sua satisfação e escolhas conscientes. Combinado?

Quer saber mais sobre consumo consciente? Acompanhe a gente nas redes sociais e confira os conteúdos exclusivos que separamos para vocês!

Compartilhe nas redes sociais

Matérias Relacionadas

Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, analisar tráfego e proporcionar uma experiência mais segura para os nossos usuários. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações. Aceitar