Dia Mundial do Petróleo: tudo sobre esse recurso

A  gasolina, o plástico, os solventes, e também alguns cosméticos, são produtos que você já conhece e que têm uma coisa em comum: são derivados do petróleo. Mas, ainda existem temas relacionados a esse combustível fóssil que são um mistério para muitas pessoas, como o pré-sal, a Petrobras e até mesmo a origem do petróleo.

Para começar a falar sobre esse assunto, vale lembrar que, além de estar presente no dia a dia da população, o petróleo é responsável por avanços na economia do Brasil e de outros países no mundo. Assim, devido a sua importância, o dia 29 de setembro foi a data escolhida para celebrar o Dia Mundial do Petróleo.  

Trata-se de um recurso natural que movimenta não só a área da Economia, mas também da Energia, da Tecnologia e até das Relações Internacionais.

O que é o petróleo?

O petróleo é um combustível fóssil. Isso significa que origina-se de matéria orgânica, como restos de plantas e animais que passaram por processos de decomposição por milhares de anos. O resultado da transformação desse material, extraído de profundas camadas da crosta terrestre, é o óleo conhecido como petróleo.

A exploração do petróleo acontece por três etapas: a prospecção, a perfuração e a extração. Primeiro são realizadas análises para identificar as bacias sedimentares, local em que se encontra o material. Depois acontece a perfuração, etapa em que é analisada a viabilidade econômica da extração.

Já a extração, pode acontecer no mar ou em terra firme. No mar, são utilizadas plataformas e navios que possuem bombas para trazer o material até a superfície. Em terra firme, podem ser usadas bombas ou equipamentos que façam o material jorrar. 

Não se sabe a data exata do início da utilização do petróleo, mas a refinação do óleo passou a ser realizada no século XIX, com o surgimento da indústria petrolífera.

Em 2021, foram produzidos 89,8 milhões de barris de petróleo por dia em todo o mundo, de acordo com dados do IBP, Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás. Os Estados Unidos foram os maiores produtores, com 16.585 barris por dia; seguidos pela Arábia Saudita e Rússia, cada um com cerca de 10.900 barris por dia. 

O petróleo no Brasil

A Petrobras é uma empresa estatal de referência mundial quando o assunto é petróleo brasileiro. Ela atua na exploração e produção de petróleo e seus derivados. Além disso, a empresa trabalha na geração de energia e em pesquisas de desenvolvimento tecnológico no setor petrolífero. 

Em 2006, a Petrobras divulgou a existência do pré-sal brasileiro, um reservatório que inclui três bacias sedimentares e percorre o litoral entre Santa Catarina e Espírito Santo. Essa reserva petrolífera possui alta qualidade e recebeu esse nome por estar localizada abaixo de uma grande camada de sal. 

O Brasil faz parte do ranking de maiores produtores de petróleo no mundo, encerrando o ano de 2021 na 9ª posição, segundo dados do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás. Apenas no último ano, foram produzidos 2.987 barris de petróleo por dia no país.

Entre os estados brasileiros, o Rio de Janeiro domina a participação na produção de petróleo, ocupando cerca de 80% da atividade em 2021. A região sudeste também se destaca no setor com os estados de São Paulo e Espírito Santo

Leia também: Impactos ambientais causados pelas fontes de energia

Impactos ambientais

O petróleo tem sua origem em uma fonte finita, por isso trata-se de um recurso não renovável. Ele possui um ciclo de vida extremamente poluente, desde o processo de extração até o descarte de produtos derivados. Alguns pontos que geram preocupação são:

  • Danos à vida marinha por meio do derramamento de petróleo;
  • Emissão de gases poluentes com o uso da gasolina;
  • Degradação do meio ambiente por descarte irregular de derivados.

A poluição da água, do ar e do solo torna o petróleo um grande potencializador dos impactos negativos ao meio ambiente. Por isso, muitos setores buscam alternativas mais sustentáveis e acessíveis de produção, como as fontes de energia eólica e a energia solar.

Quer conhecer mais sobre importantes fontes de energia e alternativas sustentáveis? Acompanhe a Órigo nas redes sociais, Instagram e Facebook.

Assine nossa
newsletter