Saiba como fazer o seu salário render mais

A falta de um bom planejamento financeiro e até mesmo pequenos imprevistos podem fazer com que o seu salário não chegue até o fim do mês. Quer fugir desse ciclo vicioso, fazer o seu salário render mais e ainda ficar com as contas em dia? Então, pegue seu papel e caneta, que vamos te ajudar.

Inflação e o seu poder de compra

A alta da inflação nos últimos meses é um dos principais fatores para que o seu salário não renda até o fim do mês. Segundo pesquisa divulgada pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o salário mínimo brasileiro para uma família de até quatro pessoas deveria ser aproximadamente R$ 6.754,33, ou seja, cinco vezes o valor atual.

Enquanto a projeção é um salário de seis dígitos, muitas famílias brasileiras precisam equilibrar as contas com o valor real do salário mínimo, que, até o fim de 2022, era de R$ 1.212,00.

Para ajudá-lo a equilibrar os pratinhos trouxemos algumas dicas que são fundamentais para você começar o ano no azul e ainda conseguir fazer o tão desejado pezinho de meia . 

Três métodos para o seu salário render mais

Para fazer o seu salário render, não existe mágica. É necessário muita organização e consciência. Essas são as duas palavras-chave para quem deseja começar o ano com saldo positivo. A seguir, confira três métodos que podem te ajudar nessa missão.

Divida a sua renda mensal em três partes

O primeiro passo para fazer com que o seu salário chegue até o fim do mês é dividir a sua renda em três partes. O método 50%, 30% e 20% será o seu termômetro de gastos.

Gastos essenciais

É recomendado que você separe 50% do seu salário para os gastos essenciais. Nesses gastos, deverão estar inclusas as contas mensais, como: aluguel, internet, compra do mês, luz, água, entre outras.

Reserva de emergência

Construir uma reserva de emergência é fundamental para que você tenha uma vida financeira mais equilibrada. Por isso, 30% do seu rendimento mensal deve ser separado para possíveis imprevistos. Assim, você não precisa recorrer a empréstimos bancários quando surgir alguma eventualidade.

Gastos supérfluos

Para que você possa aproveitar os bons momentos com tranquilidade e sem entrar no vermelho, é ideal que você separe 20% do seu salário para os momentos de lazer. Com isso, você saberá exatamente o quanto pode gastar durante o mês, sem comprometer o seu orçamento.

Método 1Q3P

Você tem o costume de realizar compras por impulso? Se a resposta for positiva, saiba que esse hábito pode ser extremamente prejudicial para sua vida financeira. Mas, fique tranquilo, que o método 1Q3P pode ajudar a controlar as compras inesperadas. Desembaralhando as letrinhas, esse método significa: “Eu quero?”, “Eu posso?”, “Eu preciso?”, “O preço está bom?”

Eu quero?

A pergunta “eu quero” é essencial para aqueles momentos em que você está em dúvida se realmente deseja aquele produto. Por isso, antes de   realizar qualquer compra, pergunte-se se você realmente deseja aquele produto.

Eu posso?

Analise a sua situação financeira antes de realizar qualquer compra. Você pode até querer, mas poder é diferente. Por isso, entre na sua conta bancária e veja se realmente está em condições de gastar aquela quantia.

Eu preciso?

O “eu preciso” é a pergunta chave para saber se vale a pena levar determinado produto para casa. Às vezes, você pode até querer e ter condições para comprá-lo, mas é importante analisar se você, realmente, vai usar ou se ele ficará parado no cantinho de casa ou do seu guarda-roupa.

O preço está bom?

A última pergunta, mas não menos importante, é: “o preço está bom?”. Antes de comprar qualquer produto, é necessário analisar se o preço cobrado é justo. O ideal é que você fuja de preços inflacionados para que não prejudique o seu orçamento.

Desafio 52 semanas

Outra possibilidade para fazer o seu salário render mais é organizar os seus gastos e separar uma graninha para fazer um pezinho de meia. Por isso, a estratégia das 52 semanas pode ser a sua aliada logo no começo do ano.

Esse desafio consiste em economizar R$ 2,00 por semana. A cada nova semana, você adiciona R$ 2,00 ao último valor que poupou. Ou seja, na segunda semana, você precisa economizar R$ 4,00; na terceira semana, R$ 6,00; e assim sucessivamente, até a última semana do ano.

Seguindo o desafio como é proposto, você chegará à última semana do ano com uma economia de R$ 2.756,00. Confira a seguir a tabela de quanto você precisa poupar em cada semana do ano.

Se gostou deste conteúdo, confira as seções Economia dentro do nosso blog.

Assine nossa
newsletter